JavaScript is disabled!
To display this content, you need a JavaScript capable browser.

Ver Todos
Ver Todos

Ver Todos
Diocese da Guarda
http://www.diocesedaguarda.pt/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/990467Congresso_F__tima.jpglink
http://www.diocesedaguarda.pt/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/297823documento_papa.jpglink
http://www.diocesedaguarda.pt/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/608744Jubileus.jpglink
http://www.diocesedaguarda.pt/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/249900IMG_6049.JPGlink

De 10 a 12 de Julho, vai decorrer em Fátima o IV Congresso Eucarístico Nacional. O evento está integrado no programa das comemorações do centenário das Aparições. Na Diocese da

Ver Mais

Chama-se “Amoris Laetitia” – a alegria do amor e foi apresentada no passado dia 8 do corrente mês de Abril. Era muito esperada, podendo nós dizer que apareceu em tempo

Ver Mais

O Departamento Diocesano da Catequese da Infância e da Adolescência promove, no dia 30 de Abril, o “Jubileu dos Adolescentes”. Este Jubileu tem como tema "Crescei misericordiosos como o Pai", concretizar-se-á

Ver Mais

Galardão será entregue no dia 24 de Maio, em Lisboa O projecto PAR - Património Azulejar Religioso na Diocese da Guarda, dinamizado pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG), foi distinguido, no

Ver Mais

Fátima - Congresso Eucarístico Nacional

De 10 a 12 de Julho, vai decorrer em Fátima o IV Congresso Eucarístico Nacional. O evento está integrado no programa das comemorações do centenário das Aparições.
Na Diocese da Guarda, o Bispo D. Manuel Felício nomeou os padres António Luciano Costa e Luís Pardal Freire como delegados à organização do Congresso Eucarístico Nacional. “Desejamos que a participação da nossa Diocese neste Congresso seja preparatória do nosso Congresso Eucarístico Diocesano, que pretendemos realizar em 2017, encerrando a Assembleia Diocesana, que estamos a preparar”, explica D. Manuel Felício.

Exortação apostólica do Papa Francisco, sobre a família.

Chama-se “Amoris Laetitia” – a alegria do amor e foi apresentada no passado dia 8 do corrente mês de Abril. Era muito esperada, podendo nós dizer que apareceu em tempo muito breve depois dos dois sínodos sobre a família realizados em 2014 e 2015.
Organiza-se em nove capítulos, onde são contempladas as várias dimensões da instituição familiar e também se apontam caminhos de acompanhamento das famílias assim como tentativas de superação de muitas das suas fragilidades. Um dos capítulos, o penúltimo, tem mesmo o título seguinte: “Acompanhar, discernir e integrar as fragilidades”. Sobre as várias situações de fragilidade, a exortação lembra o princípio geral de que a Igreja deve acompanhar com atenção e solicitude os seus filhos mais débeis (n.291). Recomenda insistentemente aos pastores disponibilidade para o discernimento pastoral, que, sem prescindir das exigências da verdade e da caridade evangélicas (nº 300), sabe utilizar a lógica da misericórdia pastoral (nº 306). Sobretudo quanto às muito frequentes uniões de facto, com ou sem casamento civil, remete para a lei da gradualidade proposta pelo Papa João Paulo II, na encíclica “Familiaris Consortio”, nº 34. Por sua vez, sobre os divorciados recasados lembra que “o caminho da Igreja é o de não condenar eternamente ninguém” (o Papa cita-se a si mesmo, na homilia pronunciada para os novos cardeais, em 15/2/2015) e tem expressões como esta: “Não se pode dizer que todos os que estão em situação irregular vivem em pecado mortal” (nº 301). Estamos perante um texto de orientações pastorais que vai exigir muito de todos nós pastores para servirmos as famílias na sua caminhada de amor aberto à vida, em situações cada vez mais plurais. +Manuel R. Felício, Bispo da Guarda

Diocese da Guarda promove Jubileu dos Adolescentes

O Departamento Diocesano da Catequese da Infância e da Adolescência promove, no dia 30 de Abril, o “Jubileu dos Adolescentes”.
Este Jubileu tem como tema "Crescei misericordiosos como o Pai", concretizar-se-á na Guarda com um encontro com os "sentidos da Misericórdia". Os adolescentes serão convidados a passar a manhã numa instituição da cidade da Guarda onde poderão, eles próprios, fazer parte da acção misericordiosa da comunidade, conhecendo a missão da instituição e posteriormente fazer uma visita à mesma, interagindo com os utentes e desempenhando algumas "funções". Os adolescentes serão distribuídos pelas seguintes instituições e valências: Casa de Saúde São Bento Menni - Saúde Mental; Casa Nascer - Cáritas - Apoio a mães solteiras e em dificuldade; Santa Casa da Misericórdia - Cuidados continuados; Fundação Augusto Gil - Deficiência profunda; Aldeia SOS - Crianças e jovens institucionalizados; S. João de Deus – Idosos. Este dia, além dos "Sentidos da Misericórdia" terá o seguinte programa: 9.15 horas - Acolhimento no Seminário Maior da Guarda; 10.00 horas - Saída para os "Sentidos da Misericórdia" nas Instituições; 11.30 horas - Saída para a Sé; 12.00 horas - Eucaristia presidida pelo Bispo da Diocese; 13.15 horas - Almoço Partilhado no Seminário Maior da Guarda. Para este Jubileu são convidados os adolescentes do 8º/9º/10º anos e em preparação para o Sacramento da Confirmação.

Projecto PAR - Património Azulejar Religioso na Diocese da Guarda distinguido com “Prémio Estudo e Divulgação”

Galardão será entregue no dia 24 de Maio, em Lisboa O projecto PAR - Património Azulejar Religioso na Diocese da Guarda, dinamizado pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG), foi distinguido, no âmbito da candidatura aos “Prémios SOS Azulejo”, com o Prémio Estudo e Divulgação.
Este galardão é atribuído no contexto do Prémio da União Europeia para o Património Cultural/Europa Nostra, iniciativa lançada pela Comissão Europeia em 2002, financiado pelo Europa Criativa e organizado pela Europa Nostra. O júri evidenciou o “excepcional nível da candidatura e contributo para a valorização do património azulejar português”. A entrega do galardão terá lugar no dia 24 de Maio, pelas 15.00 horas, no Palácio Fronteira, em Lisboa. O presidente do IPG, Constantino Rei, mostrou a sua satisfação pela atribuição deste prémio “esperando que ele sirva de exemplo para outros projectos, pois o património imaterial que nós temos é muito valioso; é necessário preservá-lo mas é sobretudo necessário divulgá-lo e utilizá-lo como instrumento de promoção do turismo da região”. Recorde-se que no dia 18 de Dezembro de 2015, foi apresentado na Guarda, na Igreja de S. Vicente, o livro PAR - Património Azulejar Religioso na Diocese da Guarda”, resultante de uma parceria entre o IPG e a Diocese da Guarda. O projecto, que agora se concretiza em forma de livro “nasceu, há cerca de dois anos, da constatação da necessidade de sistematizar e promover o relevante património azulejar religioso que existe na área que abrange o distrito e a Diocese da Guarda. Tesouro devidamente inventariado pela Diocese, o património azulejar, parte dele passível de ser usufruído livremente, porque visível da via pública, mas não devidamente valorizado em alguns casos, tornou-se o alvo de interesse para a elaboração desta publicação”, esclareceu Anabela Sardo, que coordenou o projecto. A docente do IPG considerou, então, que “esta riqueza, nem sempre preservada da melhor forma ao longo dos tempos, mas, ainda assim, existente em número considerável no território que se circunscreveu, despertou a curiosidade de um grupo de pessoas com sensibilidades e competências diversas.” Assim foi preocupação dos elementos que estiveram ligados a este projecto “dar voz aos belos e singulares painéis azulejares religiosos que, graciosa e alegremente, se oferecem ao apreço e deleite do residente, visitante ou turista, devoto ou não, nas aldeias, vilas e cidades da região”. Anabela Sardo elucidou que a referida edição “não tem, nem podia ter, o ensejo de mostrar todo o vastíssimo património azulejar existente e inventariado, pelo que foi imperioso definir-se uma escolha metodológica, optando-se por seleccionar os exemplares cuja importância histórica, artística e religiosa servissem de exemplo e convidassem a descobrir os outros não menos fascinantes que podem encher de cor e magia a passagem do visitante” acrescentando que foi objectivo principal “a valorização de um património, de um território e, como não podia deixar de ser, das suas gentes, ajudando, simultaneamente, a promover o Turismo e a aumentar a auto-estima de uma região”.

Galeria Multimédia

JavaScript is disabled!
To display this content, you need a JavaScript capable browser.

Ver Todos
Ver Todos

Ver Todos

Receba a nossa newsletter:


Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

Seia - Agrupamento de Escuteiros tem uma participação muito activa na comunidade

O Agrupamento 116 de Seia do Corpo Nacional de Escutas foi fundado a 8 de Agosto de 1958 e tem actualmente “uma participação muito activa na comunidade”, disse ao Jornal A GUARDA a Chefe do Agrupamento de Escuteiros.

continuar a ler...

Peregrinação Jubilar do arciprestado de Celorico da Beira

Presidida pelo Bispo Diocesano, realizou-se, no Domingo, 24 de Abril, a peregrinação jubilar do arciprestado de Celorico da Beira. Com participação dos quatro párocos do arciprestado e muitos peregrinos provenientes das várias paróquias do mesmo arciprestado, a peregrinação iniciou-se com a celebração Eucarística, ao princípio da tarde, nas instalações do mercado local.

continuar a ler...

Cruz da Evangelização está na Diocese da Guarda

Jornada Mundial da Juventude A Cruz da Evangelização está na Diocese da Guarda até ao próximo Domingo, 1 de Maio.

continuar a ler...
Consultar Arquivo de Notícias