JavaScript is disabled!
To display this content, you need a JavaScript capable browser.

Ver Todos
Ver Todos

Ver Todos
Homilia da Vigília Pascal
http://www.diocesedaguarda.pt/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/928151bispo_2016.JPGlink
http://www.diocesedaguarda.pt/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/240015roma___beatificao_de_joo_paulo_ii___1_maio_2011_130.jpglink
http://www.diocesedaguarda.pt/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/127279JMJ1.jpglink
http://www.diocesedaguarda.pt/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/402741Bruno_Nobre.jpglink

60 anos de vida sacerdotal celebrados com os padres da Diocese da Guarda D. António dos Santos celebrou, esta manhã, 1 de Julho, 60 anos de ordenação sacerdotal. A cerimónia decorreu

Ver Mais

O Departamento da Catequese da Infância e Adolescência da Diocese da Guarda vai participar no Jubileu Mundial dos Catequistas, em Roma, que terá lugar de 23 a 25 de Setembro. A

Ver Mais

A Diocese da Guarda vai participar na Jornada Mundial da Juventude com 54 jovens, oriundos essencialmente de Manteigas e da Guarda. O Padre Rui Manique, responsável pelo Departamento da Pastoral

Ver Mais

Padre Bruno Nobre é natural da Guarda, onde celebra a Missa Nova, no próximo sábado Aos 28 anos deixou para trás uma carreira promissora, depois de um doutoramento em Física, e

Ver Mais

D. António dos Santos foi ordenado sacerdote a 1 de Julho de 1956

60 anos de vida sacerdotal celebrados com os padres da Diocese da Guarda D. António dos Santos celebrou, esta manhã, 1 de Julho, 60 anos de ordenação sacerdotal. A cerimónia decorreu no Seminário da Guarda e contou com a presença do Bispo da Guarda, D. Manuel Felício, do Bispo de Aveiro, D. António Moiteiro, e de largas dezenas de sacerdotes de toda a Diocese da Guarda e de alguns da Diocese de Aveiro.
Em ambiente de festa, D. António dos Santos presidiu à celebração da Missa de acção de graças e participou na refeição de convívio. Ordenado sacerdote a 1 de Julho de 1956, em Albergaria-a-Velha, recorda com “saudade mas com muita alegria esse dia” e agrade o facto de “Nosso Senhor me conservar a vida e de me conservar sacerdote. Do tempo de pároco recorda que sempre foi “um padre muito popular para as pessoas”, adiantando que a proximidade era tão grande que “em Ílhavo a porta de casa estava sempre aberta para acolher quem quer que fosse”. Na homília da missa de acção de graças nos 60 anos de ordenação, “um dia de alegria e de esperança”, disse a todos os presentes que “a oração é o elemento principal para que haja vocações”. Lembrou que “Deus é generoso e dará à sua Igreja os pastores necessários”. Convidou os presentes a darem as mãos uns aos outros “no trabalho das vocações, na evangelização e na entrega aos irmãos”. Como Bispo da Diocese da Guarda, onde deu entrada a 2 de Fevereiro de 1980, depois de ter sido Auxiliar em Aveiro, ordenou 53 padres, “um dos quais agora é Bispo de Aveiro”. D. António dos Santos nasceu em Quintã, Vagos, no distrito de Aveiro, a 14 de Abril de 1932. Foi ordenado sacerdote em 1 de Julho de 1956, em Albergaria-a-Velha. Exerceu funções em Aveiro e foi pároco em Ílhavo antes de ser ordenado bispo, em 7 de Abril de 1976, em cerimónia realizada no pavilhão municipal de Ílhavo. Entre 1976 e 1979 exerceu as funções de bispo auxiliar na Diocese de Aveiro. Em 17 de Novembro de 1979 foi nomeado bispo da Guarda, mantendo-se em actividade até 1 de Dezembro de 2005, altura em que resignou por motivos de saúde, sendo substituído por D. Manuel Felício.

Jubileu Mundial dos Catequistas

O Departamento da Catequese da Infância e Adolescência da Diocese da Guarda vai participar no Jubileu Mundial dos Catequistas, em Roma, que terá lugar de 23 a 25 de Setembro.
A Peregrinação será de 21 a 26 de Setembro e, para além da participação no Jubileu Mundial dos Catequistas, inclui visitas a diversos monumentos em Roma e à cidade Assis. A peregrinação será presidida pelo Bispo da guarda, D. Manuel Felício. Os interessados em participar podem fazer a inscrição junto do Padre Valter Duarte, responsável do Departamento da Catequese da Infância e Adolescência da Diocese da Guarda.

Jornada Mundial da Juventude - Diocese da Guarda participa com mais de meia centena de jovens

A Diocese da Guarda vai participar na Jornada Mundial da Juventude com 54 jovens, oriundos essencialmente de Manteigas e da Guarda. O Padre Rui Manique, responsável pelo Departamento da Pastoral Juvenil da Diocese, disse ao Jornal A GUARDA que o número de jovens participantes é muito interessante atendendo ao lugar onde decorrem as Jornadas.
“O grupo da Guarda é bom. Não estávamos à espera de tantos jovens por ser longe”, explicou. E acrescentou: “A nível nacional, o grupo que vai à Polónia é muito bom, estando Portugal entre os países mais representados”. O Padre Rui Manique referiu também que “o grupo da Guarda vai ficar em Chrzanów”, nas proximidades de Cracóvia, cidade onde vão decorrer os momentos mais importantes da Jornada Mundial da Juventude, com a participação do Papa Francisco. Na missa do envio, que decorreu esta segunda-feira, 18 de Julho, na Igreja da Misericórdia, na Guarda, D. Manuel Felício desafiou os jovens a serem “anunciadores da Misericórdia”. “Na relação de proximidade com o Papa Francisco todos nós crescemos na vontade de sermos anunciadores da Misericórdia de Deus”, precisou o Bispo da Guarda. D. Manuel Felício é um dos bispos que fará catequeses aos jovens. A primeira catequese, no dia 26 de Julho - “Este é o tempo da misericórdia”; a segunda no dia 27 - “Deixar-se tocar pela misericórdia”; e a terceira no dia 28 - “Instrumentos da misericórdia divina para o mundo”. “Desejo que vamos e voltemos diferentes, porque a experiência de Deus e da sua Misericórdia nos transformará, certamente, em operários do seu amor e da sua misericórdia junto das pessoas”, concluiu o Bispo da Guarda. O grupo da Guarda sai em dois voos diferentes para a Polónia, sendo o primeiro este domingo, 24 de Julho, e o segundo, na segunda-feira, 25 de Julho.

Padre Bruno Nobre trocou a Engenharia Física pela Companhia de Jesus

Padre Bruno Nobre é natural da Guarda, onde celebra a Missa Nova, no próximo sábado Aos 28 anos deixou para trás uma carreira promissora, depois de um doutoramento em Física, e decidiu entrar na Companhia de Jesus. Bruno Nobre é natural da Guarda, onde estudou até ao final do ensino secundário. No próximo Sábado, às 17.00 horas, celebra a Missa Nova, na Sé da Guarda.
A Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Católica, em Braga, será o seu campo de missão. Além de ensinar filosofia, tenciona desenvolver o trabalho de investigação nas áreas de filosofia da Ciência e filosofia da natureza.

Galeria Multimédia

JavaScript is disabled!
To display this content, you need a JavaScript capable browser.

Ver Todos
Ver Todos

Ver Todos

Receba a nossa newsletter:


Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Homilia da Vigília Pascal

Extracto da Homilia da Vigília Pascal

Cristo está vivo no meio de nós. Alegremo-nos e cantemos aleluia, nesta Vigília Pascal, mãe de todas as vigílias e o centro de todo o nosso ano litúrgico.

Toda a caminhada quaresmal nos orientou para esta Vigília; desta mesma Vigília parte um especial dinamismo de vida nova em Cristo ressuscitado que repercute não só na oitava da Páscoa , que vamos viver como sendo um  domingo continuado, mas também na cinquentena pascal que culmina no Pentecostes, com a descida do Espírito Santo sobre toda a Igreja.

 

 

A surpresa das mulheres que encontraram o sepulcro vazio e o percurso interior que, a seguir, fizeram para concluir que Ele ressuscitou tem de ser também a nossa surpresa e o nosso percurso espiritual, neste tempo de Páscoa. Esta surpresa tem de aparecer clara nas nossas vidas para surpreender o próprio mundo, que precisa de novas rezões de esperança. E Jesus Ressuscitado é a grande esperança para a Igreja e para o mundo. Nós somos convidados por Ele a deixarmos que na nossa vida pessoal e na vida das nossas comunidades transpareça de verdade este grande acontecimento da Sua Ressurreição. Agradecemos a Deus o dom do novo Papa que acaba de ser eleito. Ele vem com vontade de ajudar a Igreja a ser cada vez mais transparente à novidade de Cristo Vivo. Ele próprio já deu muitos sinais de que a nota dominante da sua vida pessoal é deixar que a novidade de Cristo se manifeste. Vai continuar a pedi-lo certamente a todas as instâncias da Igreja, desde a Cúria Romana, às Conferências Episcopais, aos bispos, aos padres, aos diáconos aos de especial consagração. Vai certamente  pedi-lo a todas as estruturas da Igreja cuja razão de ser é viver de Jesus Ressuscitado e apresentá-lo de tal modo que o mundo creia.

Santa Páscoa para todos vós e vossas famílias.